quinta-feira, 5 de junho de 2008

Limites

Criar um filho é fácil. Difícil é educá-lo.
O Caio está com 8 anos e daqui a pouco fará 9. Muita coisa ele já sabe, é muito mais simples dizer um NÃO pra ele do que pro Pedro.
O Caio vai pra escola a tarde, então quando ele chega da escola tem uma hora de descanso e dai tem que fazer a tarefa de casa. Ele sabe que tem que ser assim, e faz direitinho na medida do possível dele. O Caio sabe que não dá pra sair comprando tudo o que ele quer toda vez que botamos o pé pra fora de casa, as vezes rola uma frustração, mas ele entende. Ele também sabe que jogar o tal do GTA no PS2 é expressamente proibido, então ele nem perde tempo insistindo. Ele sabe que não pode jogar nada no computador depois das 9, as vezes abrimos excessões, mas é muito raro. Falar palavrão não pode de jeito nenhum, claro que as vezes ele na empolgação e quando está com uma amiguinho, solta um é f...a! mas logo vê o que falou e fica todo sem graça, porque infelizmente palavrão eu também falo... Sabe que dizer bom dia, boa tarde e boa noite é questão de educação e simpatia. Agradecer, se mostrar grato de fato é quase um talento, e isso ensino pra ele desde pequeno. Respeitar os mais velhos, mesmo sendo ele um vizinho rabugento também está na lista e ele segue com louvor.
Claro que tem coisas que me pego aos gritos implorando pra ele fazer, ele tem obrigações dentro de casa, afinal ele vive em uma sociedade e é de "pequeno que se torce o pepino", tem coisas que sou falha, mas são mínimas, tô criando os meus meninos para serem grandes pessoas, que tem limites que surgirão com o tempo, por enquanto as coisas são pequenas, mas que traçam o perfil deles pra uma vida toda.

2 comentários:

DriKa disse...

Sonia ,isso mesmo educar é muito difícil,mas vejo que você tem tudo sob controle,parabéns...eu ainda tô me educando para ser boa educadora pra minha filha sou muito permisiva ,deixo ela mandar demais,sei que tô errada e tô me ajeitando.Bjs
Drica Campos

Marsyah disse...

Sônia,

Vc tocou no ponto. Eu me desdobro pra educar a pequena. Apesar dos (incompletos) 2 anos, ela entende e diz, por favor, muito obrigada, com licença, bom dia, boa noite...

Mas ela tem um gênio forte. Pequenininha e já sabe lutar pelo que quer... E adivinha? Bate de frente com uma mãe que acha que as coisas tem que ser do jeito dela.

Ai, é uma luta diária...

Mas sabe de uma coisa? Eu acho lindo ela lutar pelo que quer, só vou dar uma pequena lapidada nisso... rs

Bjux querida!